Nutrição celular, o que é ?

O corpo humano é constituído por trilhões de células. Para essas células se manterem vivas e saudáveis, necessitam de nutrientes que podem ser obtidos por uma alimentação diversificada e balanceada.

Porém, com o passar dos anos, nosso metabolismo diminui, assim como a capacidade do organismo em absorver todos os nutrientes essenciais através dos alimentos. À medida que envelhecemos, muitos de nossos órgãos e sistemas passam a ter suas reservas diminuídas e, isso também ocorre com nossas células e com nosso sistema de proteção celular, que envelhecem e assim, se tornam menos eficientes e mais expostos a danos.

Desse modo, a nutrição celular pode ser explicada como uma forma avançada de nutrição, desenvolvida especialmente para contribuir na manutenção do metabolismo normal das células. A nutrição celular pode ser baseada em vitaminas, minerais e outros nutrientes importantes que participam do metabolismo, do funcionamento e da proteção celular.

 

Suplementação para a Nutrição Celular

 

O baixo consumo de antioxidantes é relacionado ao processo e à qualidade do envelhecimento. Isso porque esses nutrientes possuem, dentre suas funções, o papel de proteger as células dos radicais livres, que, além de contribuírem para o envelhecimento acelerado, podem gerar doenças degenerativas, cardiovasculares e processos inflamatórios. ¹

A suplementação especializada pode contribuir para a nutrição celular, fornecendo os nutrientes antioxidantes ou aqueles necessários para a produção própria de antioxidantes no corpo.

 

Nutrientes antioxidantes ²-

 

Os principais antioxidantes são:

  • Vitamina A: presente no fígado, ovos, leite, atum, queijos, vegetais folhosos verde-escuros, frutas amarelo-alaranjadas e vermelhas.
  • Vitamina E: presente na avelã, semente de girassol, amendoim, castanha-do-pará e nas amêndoas.
  • Vitamina C: presente na laranja, mamão papaia, goiaba, laranja, morango e kiwi.
  • Zinco: presente nos mariscos, ostras, carnes vermelhas, fígado, miúdos e ovos.
  • Selênio: presente na castanha-do-pará, farinha de trigo, ovos e ostras.
  • Carotenoides: presente no damasco, cenoura, abóbora, beterraba, mamão papaia, manga e batata doce.

Consulte um profissional da saúde para informações adicionais.  Este é um material informativo e não substitui a recomendação de um profissional da saúde.

Leia mais
Fechar

A promoção de saúde para o envelhecimento deve começar muito antes dos 60 anos.

Referências
1. Rocha E; Sartori C ; Navarro F. A aplicação de alimentos antioxidantes na prevenção do envelhecimento cutâneo. Revista Científica da FHO. 2016; 4 (1). 2. Strand RD. Cellular Nutrition [Acesso em 26 de setembro de 2019]. Disponível em: https://www.raystrand.com/cellular-nutrition.asp 3. Vitaminas. Revista Food Ingredients Brasil 2014; 29. 4. Mafra D, Cozzolino M. Importância do zinco na nutrição humana. Rev. Nutr. [Internet]. 2004 Mar [citado 2019 dez 20]; 17 (1): 79-87. 5. Catania A, Barros C, Ferreira S. Vitaminas e minerais com propriedades antioxidantes e risco cardiometabólico: controvérsias e perspectivas. Arq Bras Endocrinol Metab. 2009;53:5.
NHSDIG621219