Obesidade

A obesidade é uma das doenças mais prevalentes do mundo

Obesidade

A obesidade é uma doença na qual o acúmulo de gordura leva a condições potencialmente nocivas à saúde. A hipertensão, doenças cardíacas, diabetes tipo 2, apneia do sono, acidentes vasculares cerebrais e, até mesmo, o câncer são mais prevalentes em pessoas obesas. Embora vários fatores possam estar envolvidos primariamente no desenvolvimento da obesidade, certas mudanças na dieta e estilo de vida podem ser a melhor opção.

 

A obesidade é comum, afetando entre 10 e 14% dos adultos no mundo. É definida como o acúmulo de gordura anormal, ou excessivo, que pode prejudicar a saúde. A obesidade é um problema médico em decorrência dos problemas de saúde secundários a ela associados. Riscos associados à obesidade incluem a doença cardíaca, a hipertensão, a diabetes de tipo 2, o câncer, problemas respiratórios e doenças do rim e do fígado.* Perder ainda que seja 10% do excesso de gordura, pode reduzir substancialmente o risco de muitos desses problemas secundários. 1

 

Embora a obesidade seja, em última análise, uma doença causada por um desequilíbrio entre a ingestão calórica e gasto energético diário, vários fatores podem levar a esse desequilíbrio. Além de comer excessivamente, fatores como a predisposição genética, a cultura local e infraestrutura, quantidade de sono e até mesmo alguns medicamentos podem influenciar no ganho de peso não intencional. Ainda que alguns destes fatores fujam ao controle da pessoa, certos hábitos e a ingestão nutricional podem ser adaptados para diminuir a probabilidade desta doença ou, mesmo, ajudar a perder o peso já adquirido. 2

 

Como o desequilíbrio calórico é a principal causa da obesidade, corrigir esse desequilíbrio pode ser a maneira mais eficaz de tratá-la. Tanto aumentar as atividades físicas (queima de mais calorias) quanto reduzir a ingestão calórica (comer menos calorias) podem ajudar a restaurar o equilíbrio de energia adequado.

 

A Nestlé Health Science está ativamente envolvida na pesquisa e desenvolvimento de Soluções Nutricionais para auxiliar nas situações clínicas, a fim de melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

 

Consulte um profissional de saúde para informações adicionais.

 

Referências:

  1. http://www.who.int/gho/ncd/risk_factors/obesity_text/en/. Acessado em Dezembro de 2014
  2. http://win.niddk.nih.gov/publications/understanding.htm. Acessado em Dezembro de 2014

 

* A lista de sintomas não está completa, podendo variar de acordo com o paciente.