Ativar o conteúdo para profissionais
Mal de Alzheimer

A perda de memória e demência associadas ao envelhecimento podem ocorrer por várias razões, uma delas é o Mal de Alzheimer. Atualmente, não existe cura para a doença, mas algumas providências podem ser tomadas para retardar sua progressão. 1,2

 É comum as pessoas perderem um pouco de sua habilidade mental à medida que envelhecem. Mas quando a perda de memória, ou a capacidade mental, torna-se grave o suficiente para interferir na a vida diária, ela é chamada de demência, sendo uma das principais causas de demência o Mal de Alzheimer (MA). Embora um simples esquecimento, ou outros sinais de desaceleração mental, possa ser normal, é importante saber que o MA afeta um grande número de pessoas. 1-3 Por isso é importante conhecer seus sinais e sintomas para que as devidas medidas possam ser tomadas para tentar diminuir os seus efeitos graves.

 O MA afeta aproximadamente 36 milhões de pessoas em todo o mundo, o que é equivalente a toda a população do Canadá. Das pessoas com 65 anos de idade ou mais na Europa Ocidental e América do Norte, um em cada dez e um em cada vinte sofre do MA, respectivamente. 3 Esta doença é causada pelo acúmulo de placas no cérebro, que prejudicam e matam suas células, resultando na perda de memória e diminuição da capacidade mental. 1-4* Apesar das pesquisas, hoje em dia, ainda não há cura para esta doença. Fármacos, estilo de vida e nutrição correta podem retardar sua progressão. 3,5

 Ainda que a causa direta dos sintomas seja conhecida, as razões pelas quais as pessoas desenvolvem o MA são menos claras. É provável que uma combinação de fatores genéticos e ambientais possa ser responsável pela doença, por isso, muitos médicos e pacientes têm esperança de que mudanças no estilo de vida e dieta possam ajudar a retardar a progressão do MA. Muitos idosos, no entanto, tendem a ter dietas menos nutritivas à medida que envelhecem. Assim, é importante saber que no caso do MA, foi demonstrado que o diagnóstico precoce e hábitos alimentares nutritivos são dois fatores que melhoram o curso da doença. 3-5

 A Nestlé Health Science está ativamente envolvida na pesquisa e desenvolvimento de Soluções Nutricionais para auxiliar nas situações clínicas, a fim de melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

Consulte um profissional de saúde para informações adicionais.

Referências:

  1. Luzardo AR, Gorini MIPC, Silva da APSS. Características de idosos com doença de Alzheimer e sues cuidadores: uma série de casos em um serviço de neurogeriatria. Texto Contexto Enferm, Florianópolis, 2006 Out-Dez; 15(4): 587-94.
  2. Smith MAC. Doença de Alzheimer. Rev. Bras. Psiquiatr. vol.21 s.2 São Paulo Oct. 1999
  3. Alzheimer’s Association, 2014 Alzheimer’s Disease Facts and Figures, Alzheimer’s & Dementia, Volume 10, Issue 2.
  4. Ramesh BN, Rao TS, Prakasam A et al. Neuronutrition and Alzheimer's Disease. J Alzheimers Dis. 2010 January ; 19(4): 1123–1139.
  5. Swaminathan A, Jicha GA. Nutrition and prevention of Alzheimer’s dementia. Front. Aging Neurosci., 20 October 2014.

* A lista de sintomas não está completa, podendo variar de acordo com o paciente.

Leia mais
Fechar
O Mal de Alzheimer é um tipo de demência
A demência é um termo geral para as doenças e distúrbios caracterizados por um declínio na memória ou função mental, que afeta a capacidade da pessoa na realização de suas atividades diárias.

Alzheimer’s Association, 2014 Alzheimer’s Disease Facts and Figures, Alzheimer’s & Dementia, Volume 10, Issue 2

Estratégias para lidar com a diminuição da capacidade mental

Para melhor lidar com a diminuição da capacidade mental associada ao Mal de Alzheimer, estratégias podem ser desenvolvidas para ajudar a gerenciar melhor o esquecimento e a perda de memória. Simples rotinas como etiquetar as tarefas realizadas, podem ajudar nos casos quando a memória não funciona bem. 1,2

1 - Alzheimer’s Association, 2014 Alzheimer’s Disease Facts and Figures, Alzheimer’s & Dementia, Volume 10, Issue 2.
2 - http://www.alz.org/i-have-alz/tips-for-daily-life.asp
Acessado em Dezembro 2014.

Nutrição e Mal de Alzheimer

Pesquisas corroboram a ideia de que  a nutrição adequada pode diminuir o impacto do Mal de Alzheimer. Como muitos idosos tendem a reduzir  sua ingestão nutricional à medida que envelhecem, é importante tentar ter uma dieta diária saudável e equilibrada, a fim de melhorar as chances de manter a saúde e capacidade funcional.

Alzheimer’s Association, 2014 Alzheimer’s Disease Facts and Figures, Alzheimer’s & Dementia, Volume 10, Issue 2.

Outras pessoas podem ajudar

Pode ser difícil  permitir que outras pessoas vejam os efeitos do Mal de Alzheimer (MA), mas seus portadores não devem ficar isolados. Além de assistência médica adequada, a ajuda por parte da família e de amigos, para dar apoio emocional e ajudar a lidar com a diminuição da capacidade mental, é um componente fundamental para conviver  com  o MA.

Alzheimer’s Association, 2014 Alzheimer’s Disease Facts and Figures, Alzheimer’s & Dementia, Volume 10, Issue 2.